12 fevereiro 2011

Ignore e permaneça em liberdade



Diferente da maioria dos meus amigos, eu nunca gostei de dirigir. Para mim, ficar sentado atrás do volante sempre foi motivo de stress e cansaço, especialmente quando eu era um pouco mais jovem, e com um pouco menos de paciência. Um dia, ao voltar para casa após um dia de muito trabalho, fui "cortado" repentinamente no trânsito por um outro carro. A minha reação foi semelhante a de um adolescente que acabou de perder a paquera para o seu melhor amigo: Fiquei revoltado, louco para "dar o troco."
Começei então minha busca por vingança. Acelerei o carro atrás do cidadão, que também acelerou para não perder a posição na pista. Reta após reta, curva após curva, lá estava eu, vivendo meus momentos Ayrton Senna e quebrando várias leis de trânsito para conseguir o que eu tanto queria. Chegou o momento da vitória quando, por uma falha do adversário, eu encontrei um espaço para a ultrapassagem, e escutei o tema da vitória tocando em minha mente, e os gritos eufóricos da torcida!

O gostinho da vitória foi bom, mas durou muito pouco. Me acalmei um pouco e começei a refletir, me dando conta de alguns aspectos ruins que acompanharam a minha vitória: Eu não estava mais no percurso original para minha casa, demorei muito mais tempo para poder chegar, gastei bastante gasolina, fiquei estressado e não ganhei nada com isso. O único prejudicado nisto tudo fui eu.

Muitas vezes em nossas vidas, somos "cortados" por pessoas que nos prejudicaram de alguma forma. Isto acontece com todas as pessoas no mundo e não é nenhuma novidade. O que entra em questão agora, não é SE vamos ser prejudicatos por alguém, mas sim OQUE FAZER quando formos prejudicados.

Eu já tive minha busca por vingança diversas vezes, mas aprendi que não vale a pena. Quando queremos dar o troco, saímos do nosso plano de vida, gastamos nossos recursos e nosso tempo em busca de algo pequeno, ou as vezes também, querendo fazer coisas para provar nosso valor diante de pessoas que nem sequer temos afinidade.

A vida é muito curta e muito importante para vivermos em função de retrucar ou provar alguma coisa. O mais importante, é guardarmos nosso coração. Meu conselho para este dia: Ignore as ofensas e permaneça livre. Não permita que sua vida fique presa a um sentimento ruim, e que você deixe de realizar seus sonhos ao se envolver em uma outra missão que não vale a pena. Ignore os comentários, ignore as ofensas, ignore os gestos, ignore os olhares. Coloque seus olhos fixos no propósito de seu viver, e nunca saia desta rota! O sentimento de realização em vencer na vida, é muito maior do que o de realizar uma vingança. SEJA LIVRE!


Fonte: http://www.andrequeiroz.org/2011/02/ignore-e-permaneca-em-liberdade.html
Pr. André Queiroz

0 Comentários:

Postar um comentário


Confira o site da Igreja.

Twitter

Postagens antigas

Siga-me por Email